Delicadeza

E ela dançava, dançava como se isso fosse à última coisa que faria. Sentia a música enquanto deixava o som delicado e minucioso das batidas determinadas da música, que mesmo descoordenada, tentava seguir.
Ela dançava e você a analisava. Analisava cada centímetro de seu corpo, cada movimento, cada curva que seus pés faziam, sem fazê-la desequilibrar e cair no chão quente de madeira.
Sua delicadeza o impressionava, enquanto bebericava o copo em sua mão. A bebida que seu copo continha, se mexia com a mesma destreza que os cabelos esvoaçantes da jovem.
O modo que ela dançava era como uma borboleta prestes a alçar voo e sumir no horizonte.

E agora, era você que acompanhava, você que regia aquela deliciosa canção enquanto ela fugia do encontro de seus olhares e suas bochechas enrubesciam. Ela gostava da sensação de ver que não só ela sentia a música como você também sentia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Entrevista: Maria Venture - Youtuber

Entrevista: TriGo! - Música

WIshlist: Livrinhos mais Amorzinhos