Livre?

Sim, foi ali que tudo começou, você sabia que gostava dela, e depois que soube de seus sentimentos, teve medo, medo não de se magoar, mas, medo de magoá-la.
Você mesmo dizia que ela era diferente, ela tinha um jeitinho único, um jeito de nunca mudar o que pensava mesmo que viessem bater de frente com ela.
E para ela você era especial pela maneira como via as coisas, como por incrível que pareça tinha esperança no lado bom das pessoas, uma esperança que ela já tinha perdido há muito, muito tempo.
Ela se desmanchava vendo seu sorriso bobo, enquanto devaneava sobre o futuro, um futuro que mal sabia ela que nunca existiria.
Ela tentou, tentou esconder o que sentia até que chegou um ponto que disse, disse tudo detalhe por detalhe, perdida entre algumas linhas tortas, mas, com todas as palavras que fariam você entender.
Foi aí que você teve certeza que não faria isso com ela, que não faria  isso de jeito algum com ela, e então disse que o melhor era serem apenas amigos.

O tempo passou, tudo mudou, menos o que ela sentia. E a jovem garota esperava que nunca mais sentisse nada por você, mas, acabou por descobrir que nunca é bem assim, ela ainda continua com seus sentimentos muito bem guardados, por mais que quisesse acima de qualquer coisa, ficar livre de tudo aquilo. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Entrevista: Maria Venture - Youtuber

Entrevista: Yago Torezani - Música

Playlist: Minhas Brasileirinhas